O GOVERNO FIXA O PREÇO MÁXIMO DO ARROZ EM 16.500 FCFA

Espaço publicitário 3

O GOVERNO FIXA O PREÇO MAXIMO DO ARROZ EM 16.500 FCFA

 

Reunida hoje em sessão ordinário do conselho de ministros o coletivo governamental debruçou-se sobre a proposta de redução dos produtos da primeira necessidade  depois avaliadas as proposta tendo em conta a crescente onda de subida de preços de produtos de primeira necessidades  e as revindicações dos sindicatos, o  governo decidiu fixar  o preço máximo em 16.500 FCFA um de 50k de arroz 100% partido vulgo  (nhelen), para consumo em Bissau e para o interior do país em 17.000 FCFA, em consequência o governo decidiu suspender temporariamente as cobranças do ACI e do IGV 2ª fase. Reduzir o valor da base tributaria de 11.000FCFA para 10.000FCFA e incumbiu os ministérios das Economias e Finanças e do comércio  e Promoção empresarial à implementação destas medidas.É de salientar que um grupo de empresários nacionais manifestaram  interesse em importar cerca de 50 mil toneladas de arroz para abastecer o mercado interno até Janeiro do próximo ano, de acordo com o porta-voz do grupo de empresários que operam nas fileiras de caju , Agnelo Regala Lima Gomes vulgo (Nelito) que falava a saída do encontro mantido com o Chefe do Estado, José Mário Vaz no passado dia 31/07/2017  disse que o grupo foi apresentar  a preocupação da Câmara do Comercio, Agricultura, indústria e Serviços ao Chefe do Estado sobre o nível de escassez dos stocks de arroz no país.

Explicou que as importações do arroz serão feitas em duas tranches, porque o porto de Bissau não consegue receber navios de grande porte.

Rádio Nossa 02/08/2017