O EMBAIXADOR DA REPÚBLICA POPULAR DE CHINA NA GUINÉ-BISSAU TERMINA A SUA MISSÃO DIPLOMÁTICA NO PAÍS E JÁ SE DESPEDIU DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA E DO PRIMEIRO-MINISTRO

Espaço publicitário 3

encontro entre José Mário Vaz e Wang Hua
audiência

O EMBAIXADOR DA REPÚBLICA POPULAR DE CHINA NA GUINÉ-BISSAU TERMINA A SUA MISSÃO DIPLOMÁTICA NO PAÍS E JÁ SE DESPEDIU DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA E DO PRIMEIRO-MINISTRO.

O Embaixador da República Popular de China no País despediu-se esta manhã do Primeiro-ministro Umaro Sissoco Embaló, Wang Hua é o 11º Embaixador Chinês acreditado na Guiné-Bissau, uma relação de cooperação e amizade entre os dois povos que começou desde os primórdios da luta de libertação nacional.

Em declaração a imprensa, Wang Hua afiançou que o seu substituto chegará a Bissau brevemente e a relação entre os dois Estado e Povos vai continuar.

Importa referir que a China é um dos principais parceiros bilaterais da Guiné-Bissau, intervindos quase em todos os setores de desenvolvimento, desde a infraestrutura com a construção de hospitais, escolas, palácio de povo, palácio de governo, residência dos ex-combatentes de liberdade da pátria e recentemente a construção de palácio de justiça e a remodelação do palácio da república entre outros setores de desenvolvimento como agricultura e pesca.

Wang Hua garante nessa sua comunicação a imprensa que o seu País vai sempre privilegiar as relações de solidariedade para com o povo guineense, prestando serviços sanitários gratuitos e prosseguir com ações de donativos sempre que for solicitado.

No mês de dezembro passado a República Popular de China doou 10 dez autocarros para forças armadas guineenses, se demonstra o elevado grau de solidariedade e amizade entre os dois Estados e Povos finalizou o diplomata.

Diamantino D. Lopes