INTERPOL REFORÇA O CONTROLO E SEGURANÇA NAS FRONTEIRAS NACIONAIS

Espaço publicitário 3

INTERPOL REFORÇA O CONTROLO E SEGURANÇA NAS FRONTEIRAS NACIONAIS

O Escritório da Interpol na Guiné-Bissau doou hoje 12 de abril ao Ministério do Interior materiais de escritório constituídos por três computadores que contêm dispositivos para combater deferentes tipos de crimes transfronteiriços relacionados com vistos e passaportes falsos, o mesmo dispositivo pertite ainda a identificação dos criminosos fugitivos e procurados pela Interpol.

A cerimónia da entrega dos materiais incluindo três motorizadas, mesas e painéis solares com seus assessórios teve lugar esta manhã nas instalações do Ministério de Interior. Com estes recursos agora a disposição do serviço da migração e fronteiras a situação de segurança e contro de locomoção das pessoas em diferentes fronteiras nacionais vai ser reforçada, disse Martinho Camara Diretor-geral do escritório de Interpol no País que manifesta total disponibilidade em cooperar com autoridades policiais nacionais no combate a criminalidade e afiançou que este projeto vai ser liderado pelo escritório de Interpol em Bissau.

Os materiais ora doados pela Interpol financiados pela representação da União Africana no País, possui uma grande importância para o controlo de tráfego das pessoas nas fronteiras nacionais, considerações feita pelo Ministro de Estado e do Interior Botche Candé ao testemunhar entrega do donativo e agradeceu o gesto da Interpol e da Representação a União Africana.

O titular da pasta do interior lançou vibrante apelo aos membros da sua equipa para terem um cuidado especial para com os materiais doados a fim de encorajar novas investidas do género.

Importa referir que a semelhança do ministério do interior a representação da União Africana na Guiné-Bissau doou na semana passada materiais de escritório ao ministério de justiça.

Diamantino D. Lopes/ Rádio Nossa