A GUINÉ-BISSAU PARTICIPA NO 4º CONGRESSO DE MEDICINA TROPICAL E NO 1º ENCONTRO LUSÓFONO DE SIDA, TUBERCULOSE E DOENÇAS OPORTUNISTAS

Espaço publicitário 3

19 de abril 2017

A GUINÉ-BISSAU PARTICIPA NO 4º CONGRESSO DE MEDICINA TROPICAL E NO 1º ENCONTRO LUSÓFONO DE SIDA, TUBERCULOSE E DOENÇAS OPORTUNISTAS

Decorre de 19 a 21 de abril em Lisboa, o 4º Congresso de Medicina Tropical e o  1º Encontro Lusófono de SIDA, Tuberculose e Doenças Oportunistas organizado pelo Instituto de Higiene e Medicina da universidade Nova de Lisboa o Secretariado nacional de Luta Contra Sida e o Instituto Nacional de Saúde Pública representam a Guiné-Bissau no evento.

O encontro servirá para profissionais de saúde dos países lusófonos debaterem questões como a epidemiologia, diagnóstico, tratamento, novas terapias e estratégias de combate a estas doenças, em Portugal e nos países de expressão portuguesa.

A Guiné-Bissau leva para o encontro de Lisboa duas experiências nomeadamente:

  • O Tema Investigação em TB, VIH e outras doenças oportunistas na Guiné-Bissau: a experiência dos institutos nacionais de saúde e das redes de investigação, vai ser apresentado pelo Médico Plácido Cardoso, Presidente de Instituto Nacional da Saúde Publica (INASA);
    • O Biólogo Paulo Rabna, Oficial de VIH/SIDA de Fundo nas Nações Unidas para a Infância (UNICEF), fará uma comunicação sobre As evidencias para a política de aconselhamento e testagem do VIH por iniciativa do prestador de saúde.
    • Uma outra experiência da Guiné-Bissau na conferência será transmitida por Inácio Pereira, Especialista em Saúde Pública da ONG International Catholic Relief Service (CRS) do Senegal que fará uma comunicação sobre fatores associados aos perdidos de vistas em tratamento de Tuberculose nas regiões Sanitárias de Bissau e Biombo.

A delegação Guineense está constituída por mais de uma dezena de elementos e é chefiada pelo Secretário-executivo de Secretariado Nacional de Luta, Califa Soares Cassamá e integra ainda o Professor, Mouhammed Djicó Ould Ahmed, Secretario Permanente da Comissão de Coordenação Multisectorial de luta contra Sida Tuberculose e Paludismo, (CCM), entidade que coordena as ações de Fundo Mundial no Pais, instituição que apoio a Guiné-Bissau no combate ao HIV/SIDA, Paludismo e Tuberculose.

Diamantino D. Lopes/RN