Contratados do principal hospital da Guiné-Bissau convocam greve a partir dessa quinta-feira

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 1

Contratados do principal hospital da Guiné-Bissau convocam greve a partir dessa quinta-feira

O comité sindical de base do pessoal contratado do Hospital Nacional Mendes, em Bissau, entregou um pré-aviso de greve, que terá início hoje, para reivindicar o pagamento de salários em atraso e melhores condições de trabalho.

Em comunicado, divulgado à imprensa, o comité explica que decidiu avançar para a greve devido ao “atraso e silêncio” da direção do hospital “relativamente ao pagamento dos salários em atraso do pessoal contratado” e “tendo em conta a difícil situação financeira em que se encontram mergulhados os seus associados”.

O comité decretou greve para o período entre quinta-feira e 31 de dezembro e entre 03 e 07 de janeiro.

Os funcionários contratados do hospital de referência do País exigem o pagamento de dois meses de salários em atraso (outubro e novembro de 2018), o pagamento do subsídio de vela de janeiro de 2015 a dezembro de 2018, a efetivação nos quadros dos funcionários contratados mais antigos e a melhoria das condições de trabalho.

É de salientar a Guiné-Bissau tem assistido a várias paralisações dos trabalhadores, nomeadamente no setor da educação, transportes e saúde.

Rádio Nossa, 27.12.18

Noémia Gomes da Silva

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 2