13 ANOS PASSAM SEM INDEMINIZAÇÕES DOS JORNALISTAS QUE PERDERAM A VIDAS E OUTROS FICARAM COM AS SEQUELAS AO MISSÃO DE SNLS.

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 1

No Dia Mundial de COMBATE à AIDS, SINJOTECS PROMOVE UMA CONFERENCIA DE IMPRENSA PARA EXIGIR O GOVERNO NO SENTIDO DE ASSUMIR COM AS SUAS RESPONSABILIDADE DE PAGAR A INDEMNIZAÇÃO DOS JORNALISTA A 13 ANOS ATRAS.

Na ocasião Indira Correia Baldé, presidente de sindicatos de jornalistas e técnicos de comunicação social, “SINJOTECS” reconheceu que hoje é dia da Campanha de disseminação do teste para diagnosticar infeção por HIV. Por isso os profissionais de comunicação guineense já mas pode esquecer o trágico acidente que ceifou a vida de duas jornalistas, que é Aruna Djamanca e Sori Baldé , numa viagem para leste do país. Já passaram 13 anos,  a classe da Comunicação Social naquele dia parece que o mundo acabou, porque ninguém espera se algo do género aconteceria em pleno exercício da profissão andar atras da informação para dar ao povo, para cumprir no cumprimento daquilo que é o nosso papel os nossos colegas perderam a vida, lamentou. Disse ainda que, 13 anos não são 13 dias, 12 anos depois a justiça deu a sentença e a sentença ficou por ser cumprida até então nada,” e  é difíceis mas não é impossível desde o momento que abracemos essa causa todos nos, e todos nos estamos mas uma vez para essa luta que acredito que vamos vencer, não é hoje nem amanha mas acredito que vamos fazer  que o Governo cumpra e o Secretariado Nacional de Luta contra Sida cumpra com as suas obrigações que é pagar a indeminização”, o dinheiro não resolva nada mas resolve alguma parte é difíceis ver a situação em que as nossas irmão estão a viver sem esquecer que têm as crianças nas escolas rendas para pagar todos nos sabemos quando percam um chefe da família “ORA KU FIRKITCHJA KA TEM I COMPLICADO” quando não a chefe da família a situação torna muito difícil para sobre vivencia. E acredito que junto vamos vencer, concluiu.

Para Fátima Tchuma Camará, vice-presidente de SINJOTECS, o mais importante neste momento de tentar honrar os nossos colegas que tombaram no caminho. E pediu os colegas jornalistas para estamos sempre unidos porque a luta não se faz duma forma isolada. Por outro lado reconheceu esforço dado por direção cessante infelizmente não surtiu efeito. Garantiu que a nova direção vai continuar para que indeminização seja pago.

Os filhos de Aruna Djamanca e Sori Baldé os jornalistas que tombaram no dia 1 de dezembro de ano 2005 ao serviço de SNLC, pediram o governo numa única voz, no sentido de assumir com suas responsabilidades de pagar indeminização, isso não é esmola mas sim um direito adquirido pela lei. Eles lembraram ainda que, as vítimas deixaram as suas familiares sem suporte algum, numa missão sem segurança de locomoção, agora essas famílias vivem um momento difíceis aliás a sua maneira. Disse ainda que o dinheiro de indeminização não vai trazer seu pai mas vai ajudar nas educações dos seus irmãos.

 

Rádio Nossa 01.12.18

Noémia Gomes da Silva      

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 2