A GUINÉ-BISSAU PRECISA DAS ELEIÇÕES DEFENDE O EMBAIXADOR DOS ESTADOS UNIDOS TULINABO MUSHINGI

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 1

A GUINÉ-BISSAU PRECISA DAS ELEIÇÕES DEFENDE O EMBAIXADOR DOS ESTADOS UNIDOS TULINABO MUSHINGI

O Diplomata Norte-americana, para a Guiné-Bissau e Senegal com residência em Dacar, Tulinabo Mushingi, disse, no dia 19 deste mês, que o povo guineense precisa de eleições legislativas para poder trabalhar e avançar com o desenvolvimento do país.

O embaixador norte-americano falava à imprensa depois de uma audiência com o Chefe de Estado José Mário Vaz, garantiu no ato que, os Estados Unidos de América continuarão a apoiar e trabalhar com o povo da Guiné-Bissau, razão pela qual o ministério de agricultura americano decidiu investir no país, na cadeia de cajú, uma soma estimada em 38 milhões de dólares.

Assegurou aos jornalistas que o seu País defende também, à semelhança de outras organizações sub-regionais e internacionais, que as eleições legislativas na Guiné-Bissau sejam realizadas ainda este ano (2018). Contudo, reconheceu que, quem tem competência para marcar a data das eleições são as autoridades nacionais”.

Recordou neste particular que o governo norte-americano já deu uma pequena contribuição estimada em 113 milhões de Francos CFA. No entanto, lembrou.

O embaixador dos Estados Unidos de América para a Guiné-Bissau disse que estão esperançados que as eleições legislativas tenham lugar dentro em breve na base do entendimento de todos os guineenses, sem interferências da comunidade internacional. Contou que recebeu garantias do Chefe de Estado que a solução para a marcação da data das eleições deve sair do país, através de um amplo consenso dos partidos com e sem assento parlamentar.

Rádio Nossa, 20/11/18

Noémia Gomes da Silva

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 2