REAJUSTE PARA APLICAR “SUPOSTAMENTE” EM SETEMBRO AUMENTO DO SALARIO DOS TITULARES DOS ÓRGÃOS ENTRE 167 A 225% CONTRA 60% DO PESSOAL AUXILIAR

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 1

 

REAJUSTE PARA APLICAR “SUPOSTAMENTE” EM SETEMBRO AUMENTO DO SALARIO DOS TITULARES DOS ÓRGÃOS ENTRE 167 A 225% CONTRA 60% DO PESSOAL AUXILIAR

 

O reajuste salarial acordado entre o governo e a União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG) e que deve “eventualmente” ser implementado em Setembro próximo, teve um aumento de 167 a 225% no salario dos titulares dos órgãos de soberania. Apesar dos sindicatos terem considerado o sucesso de tirar o salario mínimo de 31mil para 50mil Fcfa, o que é certo, é que o salario do pessoal Auxiliar aumentou em apenas 60%. O reajuste salario cujo Jornal Última Hora teve acesso, não faz qualquer menção ao salario dos Magistrados, porque o parlamento aprovou uma nova tabela remuneratória para poder judicial em Julho último e muito menos dos militares que gozam de uma tabela especial. Em consequência, todos os subsídios foram cortados.

Nos órgãos de soberania, o aumento mais pequeno foi do presidente da República que saiu de 900mil Fcfa salario líquido anterior, para 2.400.000 Fcfa. O presidente da ANP que agora vai receber 2.040.000 Fcfa, saiu de 720mil Fcfa anteriores registando assim um aumento de 183%. O primeiro-ministro, também teve um aumento significativo e passa a receber 1.920.000 Fcfa contra os 674.400 Fcfa que recebe até a data presente. Nestas contas, o salario aumentou 185%. Um ministro que atualmente tem salario líquido de 541.200 Fcfa passa a receber 1.440.000 Fcfa, aumentando assim 219% do salario atual. O secretário de Estado que até aqui recebe 405mil Fcfa, vai ganhar em Setembro 1.320.000Fcfa, um aumento global de 225%. Em todos os sectores apresentados ao Governo para reajuste, a figura de Secretário-geral, foi aquele que menos cresceu, subindo apenas 1%. Isto é, um Secretário-geral que recebe atualmente 309mil Fcfa, só vai receber 312mil Fcfa, se o reajuste acontecer. O Inspetor-geral vai aumentar apenas 10%, se acontecer o reajuste salarial, porque saira dos atuais 279.336, para 306.000 Fcfa. Se em Setembro próximo, o atual Governo aplicar o reajuste salarial, os governadores passam a receber 360.000mil cfa, um aumento de 46%, uma vez que atualmente 247.200mil Fcfa, os Administradores sectoriais que atualmente recebem 131mil Fcfa, vão receber 192.000mil Fcfa, aumento de 47%. Mas antes, o Diretor-geral que atualmente recebe 247.000mil, passa a receber 300.000Fcfa. os presidentes dos Instituto, chefes de gabinetes de Ministros e os Assessores dos membros do Governo viram os seus salários que aumentarem em apenas de 15 a 27%, com239mil atuais, passarão a ganhar 276.000Fcfa. Isto é, no salario atual, os presidentes dos Institutos vão ter 21% (247.200Fcfa, para ganhar 300.000Fcfa). na categoria dos técnicos a proposta de aumento salarial varia de 23 a 455. O técnico superior principal que ganhava 73mil passa a ganhar 90mil. O técnico de 1ª classe sai de 60.480Fcfa para 87.600Fcfa e o técnico, e o técnico de 1ª classe ganhará 84mil. Só que nesta categoria, há uma figura chamada de técnico especialista principal que ganhará 120mil e o técnico especialista vai ganhar 78mil, e os técnicos que recebem 52.920mil vai ganhar 72.000mil, os que recebem 45.360mil passam a ganhar 66.000mil, disse uma nota que o Jornal Última Hora teve acesso.

Noémia Gomes da Silva

Rádio Nossa, 21/08/18

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 2