LEI 85 PROTEGE ÁREA DE SERVIDOR AERONÁUTICA NINGUÉM DEVE VIOLAR

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 1

 

LEI 85 PROTEGE ÁREA DE SERVIDOR AERONÁUTICA NINGUÉM DEVE VIOLAR

 

Galina Lopes Correia, representante de ASECNA, manteve um encontro hoje com Presidente da República, depois do encontro, disse a imprensa que, foi uma visita de cortesia, e abordamos algumas questões da aviação civil que é atualidade. E o presidente manifestou algumas questões sobre alguns assuntos. O representante de ASECNA, garantiu que, vai endereçar os parceiros no sector de aviação civil para calculamos devidamente conforme pretende o presidente da república. O representante de ASECNA não entrou em detalhes do assunto, porque, segundo ele, “prefiro não falar devido fuga de informação” , porque a natureza do assunto exigem confidencialidade sob pena de não sermos eficiente  na nossa missão , a coisas que se diz publicamente  alertar as pessoas, assegurou Lopes Correia.

Galina salientou ainda que, antes de ASECNA era Agência de aviação Civil da Guiné-Bissau, o numero um(1) da segurança aeronáutica nacional e Aviação Civil nacional também, era o regulador do sector, e na  altura foram alertados, e a reação foi intensificação do trabalho quem não tinha começado começou, e o que já tinha feito reforçou com intensidade, mas é um risco grande. Porque são construção que não respeitou as normas, mas foram alertados dantes, e há uma placa enorme que alertar as pessoas, as  zonas são  reservados para área de servidores  aeronáuticas, disse. Segundo ele, “ se não me falha a uma lei 85 que protege área de servidor aeronáutico” ninguém pode violar nem o estado sem autorização de aviação civil. Salientou ainda que, obras publica não pode atribuir o terreno naquele zona porque é zona aeronáutica . são zonas protegidas é por isso ninguém  violar concluiu, Marcos Alexandre Galina Lopes Correia, representa do ASECNA.

Noémia Gomes da Silva

Rádio Nossa, 27-06-18

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 2