DIRECÇÃO DE EAGB PEDIU DESCULPA NO DIA 24 POR FALTA DE FORNECIMENTO DE ENERGIA E ÁGUA DURANTE QUATRO DIAS DE ESCURIDÃO E SEM AGUA

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 1

DIRECÇÃO DE EAGB PEDIU DESCULPA NO DIA 24 POR FALTA DE FORNECIMENTO DE DE ENERGIA E ÁGUA URANTE QUATRO DIAS  DE ESCURIDÃO

 

As dificuldades que temos são que a EAGB vende muito mal o seu produto. O preço que a EAGB pratica no quilowatt não consegue cobrir o custo que suporta para o produzir Electricidade e Água para cidade de Bissau. Estamos a falar do problema da tarifa e a EAGB tem de encontrar uma forma de equilibrar as contas”, contou.

Réne de Barros, director-geral de EAGB pediu desculpa aos nossos clientes pelo transtorno causados pelo EAGB em termos de fornecimento. Barros que falava a imprensa durante um encontro com Primeiro-ministro Aristides gomes, para tentar ultrapassar o problema, segundo ele, a situação é difícil.

“estamos a sair de uma produção quase inexistente, que dava só para fornecer Água, e neste momento estamos com 15 megawatts e alimentar aquela central é muito difícil, disse.  Na sua declaração, disse que, o que está acontecer prende-se com o facto de estar a decorrer um processo para encontrar um “problema definitivo para o fornecimento de electricidade”, Afirmou, director-geral.

O director geral da empresa responsável pelo fornecimento de Luz e Água na cidade disse que, EAGB é extremamente complicada. As dificuldades que temos são que a EAGB vende muito mal o seu produto. O preço que a EAGB pratica no quilowatt não consegue cobrir o custo que suporta para o produzir. Estamos a falar do problema da tarifa e a EAGB tem de encontrar uma forma de equilibrar as contas”,afirmou.

A capital de Bissau tem sofrido durante quatro dias no total escuridão e sem Água.

 

Rádio Nossa

ESPAÇO PUBLICITÁRIO 2